Como Fazer a Dieta da Fertilidade – Dieta da Fertilidade para Engravidar

Como fazer a dieta da fertilidade – Dieta da Fertilidade para Engravidar

Como Fazer a Dieta da Fertilidade

Bom se você chegou até aqui é porque quer saber Como Fazer a Dieta da Fertilidade, então fica comigo até o final desse post para entender melhor.
Vocês sabem que quando se regulariza os hormônios da mulher 3 meses antes das tentativas através da alimentação e hábitos saudáveis o corpo passa a ficar naturalmente mais fértil e preparado para gravidez.

O maior sonho de uma mulher depois de se casar, é ser mãe, mas, às vezes a vida nos prega peças, que nos entristece, tirando nossas esperanças.

Algumas dessas causas podem ser pelo estresse do dia a dia, por outro lado, alguma infecção, como cistos nos ovários, miomas, SOP, ou problemas de infertilidade.

Para reverter esse quadro, muitas mulheres procuram um tratamento de como engravidar, que nem sempre soluciona o problema, pois não é especificamente tratada na raiz da causa.

De acordo com um Estudo realizado pelo Universidade de Boston (USA), mais da metade dos casos de infertilidade são causados por má alimentação e o sedentarismo. O estudo comprovou que uma alimentação bem elaborada e saudável pode resolver mais de 80% dos casos de infertilidade.Como Fazer a Dieta da Fertilidade

 

Neste caso muitas mulheres não sabem Como Fazer a Dieta da Fertilidade para engravidar rápido,.

Mas qual é o Cardápio da Dieta da Fertilidade que promete tanto? E ele funciona mesmo? Será que serve para mim?

Como Fazer a Dieta da Fertilidade?

Preparamos algumas orientações para te ajudar e você fazendo direitinho vai funcionar e logo realizara o Sonho de ser Mãe

Como Fazer a Dieta da Fertilidade

Cardápio da Dieta da Fertilidade para Engravidar

1) Corte a gordura trans – Ingerir 2% de calorias desse tipo de gordura eleva em mais de 100% os riscos de infertilidade. Ao comprar produtos industrializados, escolha aqueles que levam o selo “livre de trans”. O mercado esta trocando essa gordura por óleo de palma ou adotando a interesterificaçao (processo que origina a gordura trans)

2) Diga sim as gorduras ricas em omega 3 e 6 Consuma azeite, óleo de canola, salmão, sardinha, linhaça e amêndoa. Essas gorduras tornam a membrana que envolve o óvulo mais fluida. Isso facilita a penetração do espermatozóide e a saída do embrião, que se implantar no útero.

3) Adote carboidratos complexos Troque tudo o que é feito com farinha branca (pão, maçarão, biscoito) pela versão integral, os carboidratos complexos. Segundo o estudo, as mulheres que ingeriam poucos grãos integrais e se deliciavam com arroz branco, batatas e doces (carboidratos simples) tinham 55% mais probalidade de apresentar a síndrome do ovulação irregular.

4) Bote fé no Ácido fólico Rico em proteínas e, por isso, um promotor de renovação celular, acido fólico é importante desde a fecundação até o fim da gestação, pois ajuda na formação do sistema nervoso do feto. Ele ainda e eficaz na manutenção da gravidez, principalmente nos três primeiros meses, quando o risco de aborto natural e maior. Coma soja, fígado, vegetais verdes-escuros (espinafre, agrião) e levedo de cerveja. E fale com seu médico sobre a necessidade de suplementação.

5) Beba leite integral Troque o desnatado ou semidesnatado pelo integral e, duas vezes por semana, tome ½ xícaras de sorvete (sem gordura trans). “Pela pesquisa, as mulheres que bebiam leite integral todos os dias tinham 70% menos risco de ter problemas de infertilidade do que as que raramente tomavam a bebida”.

6) Consuma ferro A carência do mineral pode dificultar a ovulação. Reforce a dose investindo em alimentos como couve, beterraba e açaí. Converse com seu médico sobre a necessidade da suplementação de ferro. “O estudo mostrou que a suplementação com pelo menos 40 mg de ferro reduzida em 40% a possibilidade de mulher apresentar problemas de infertilidade”.

7) Tome muito liquido A hidratação é essencial para todas as reações químicas do corpo, inclusive a fecundação. Tome cerca de 3 litros de água por dia. Mas modere o consumo de café e chá, rico em cafeína em média duas xícaras por dia. Álcool, só ocasionalmente, como uma taça de vinho uma vez por semana. Já refrigerantes devem ser cortados, pois contém muito açúcar.Como Fazer a Dieta da Fertilidade

8) Controle peso Após perderem 3% do peso, 60% das mulheres com sobrepeso apresentam ciclos ovulatórios normais. Ter um índice de massa corporal (IMC) entre 21 e 25 índica boa fertilidade. Mais ou menos do que isso pode afetar a ovulação.

9) Diminua o consumo de carne vermelha Substituir a proteína animal pela vegetal melhora a ovulação. O estudo americano mostrou que a infertilidade ovulatória era 39% maior em mulheres que consumam mais proteínas animal. Isso não significa abolir a carne do prato, mas reduzir a ingestão para duas vezes por semana e escolher outras fontes de proteínas, como peixe, soja e feijão.

10) Adapte o cardápio Pequenas alterações no cardápio típico brasileiro também podem aumentar a fertilidade. “Troque o arroz branco pelo integral, reforce a dose de feijão para substituir o valor proteico da carne e adicione a saladas duas nozes ou três castanhas, ricas em óleos do bem”.

Agora que você já sabe Como Fazer a Dieta da Fertilidade fica mais fácil engravidar, com essas dicas o objetivo não é emagrecer, e sim aumentar a fertilidade para engravidar e ficar mais saudável.

Obrigada por ler esse artigo e se te ajudou! comente aqui e compartilhe 
Bjks  😉 

Como Fazer a Dieta da Fertilidade – Dieta da Fertilidade para Engravidar
5 (100%) 2 votes

Guia Morar em Portugal Completo Para Fazer Download Agora Mesmo!!CLIQUE AQUI E FAÇA O DONWLOAD